Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
01
Set 17

alqueva.jpg

A EDIA, empresa pública que gere a barragem do Alqueva, voltou a receber novo reforço de capital do Estado em agosto, num total de 8,68 milhões de euros.

Trata-se do terceiro aumento de capital de 2017, que totaliza 30,9 milhões de euros e que faz ascender o capital social da empresa a 495 milhões, 249 mil e 60 euros. A EDIA tem como principal fonte de financiamento os aumentos de capital.

Segundo o relatório de contas de 2016 "o accionista Estado no seguimento da política de financiamento adoptada, atribuiu à empresa os capitais necessários para suprir as necessidades do serviço da dívida (reembolsos e juros), e ainda um aumento de capital de €11.126.161 para a conclusão dos investimentos uma vez que, por calendarização dos programas de financiamento comunitário (POVT e Inalentejo), os investimentos remanescentes do ano de 2016 tiveram de ser praticamente financiados por fundos próprios," conforme avança o Jornal de Negócios, na sua edição de ontem.

O exercício de 2016 foi marcado por um aumento dos prejuízos, de 10,9 milhões em 2015 para um resultado líquido negativo de 14 milhões de euros.

 

Imagem de capa de portugalfotografiaaerea.blogspot.com

publicado por Zé LG às 12:32
30
Ago 17

280820171837-351-Min.jpg

Foram assinados os autos de consignação do novo subsistema, que inclui o recurso à água da Albufeira da Magra (que integra a rede de Alqueva) e a construção de uma ETA, junto ao Reservatório do Estácio que contém uma reserva estratégica capaz de abastecer a cidade durante 15 dias.

João Rocha, presidente da Câmara Municipal de Beja, mostra-se feliz com um investimento que vai melhorar a qualidade da água no concelho.

O presidente da Águas de Portugal, João Nuno Mendes, referiu as vantagens de ligar pequenos sistemas a Alqueva. O mesmo responsável sublinha ainda a importância do cumprimento dos prazos destas obras de “larga escala”.

Joaquim Marques Ferreira, presidente da Águas Públicas do Alentejo, enumerou alguns dos investimentos já realizados e avançou que o Sistema Guadiana Sul vai avançar “a muito breve prazo”, abrangendo os concelhos de Serpa, Moura, Mértola e Barrancos.

O Secretário de Estado do Ambiente referiu que as intervenções vão atrair investimentos e “gente qualificada” para a região.

No total, os investimentos no concelho são de 11 milhões de euros. Na região, a Águas Públicas do Alentejo vai investir até 2020 180 milhões de euros.

Ler e ouvir também AQUI.

publicado por Zé LG às 09:19
27
Ago 17

unnamed_52.jpg

Produzir produtos agrícolas alimentícios e medicinais na Medicina Tradicional Chinesa; preservar patrimónios não-materais reconhecidos pelo Unesco, criar uma base logística tendo como centro Portugal e com ramificações que abranjam a União Europeia, América do Sul e África; proporcionar a formação a investidores chineses.

Eis alguns dos objectivos do futuro “European Global Commodity Services Centre” a instalar-se em Elvas, resultado de investimento chinês da "Prospect Time International Investiment" e cujo memorando de entendimento foi ontem assinado entre Nuno Mocinha, presidente do município de Elvas e Chen Chunsheng, representante da empresa de investimentos.

O projeto vai ser implementado em Vila Fernando, nas instalações do antigo Centro Educativo, numa área de 100 hectares”, afirmou Nuno Mocinha, acrescentando que “hoje se deu corpo ao trabalho que tem vindo a ser desenvolvido para readaptar o espaço que se encontra abandonado há anos, com o objetivo de dar-lhe vida”.

A primeira fase da implementação do projeto passa pela delineação do Plano de Pormenor, em conformidade com o Plano Diretor Municipal de Elvas, para a construção, em conjunto, do European Global Commodity Service Centre e do Parque Natural de Zonas Húmidas.

publicado por Zé LG às 10:13
26
Ago 17

240820171713-583-Pises.jpg

Plano de Acção para a Vila Romana de Pisões assenta em três eixos de acção.

Investigação e desenvolvimento, valorização patrimonial e divulgação e formação são as premissas do protocolo assinado ontem pela Câmara de Beja, a Universidade de Évora e a Direcção Regional de Cultura.

Depois da fase de recuperação e da prevista reabertura ao público, está equacionada a criação naquele local de um Campo Experimental para as Arqueociências e Ciências do Património.

João Rocha, presidente da Câmara de Beja, mostrou-se surpreendido pelo trabalho realizado nos últimos meses em Pisões e sublinhou a “firme vontade” da autarquia em valorizar o património do concelho.

O autarca revelou que vão ser também desenvolvidos trabalhos arqueológicos na Praça da Republica.

A Directora Regional de Cultura fala “num novo ciclo” para este Monumento de Interesse Público. Ana Paula Amendoeira considera que o Plano de Acção “cumpre aquilo que é essencial para Pisões”, nomeadamente o seu estudo “sistemático e rigoroso”.

O financiamento do Plano de Acção está a ser alvo de várias candidaturas. Uma delas já foi aprovada, revela Ana Costa Freitas, Reitora da Universidade de Évora. 

Ler e ouvir também em: 

http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=13079

publicado por Zé LG às 10:12
25
Ago 17

220820171645-544-Alvito.jpg

Já se iniciaram as obras de requalificação da Escola Básica e Jardim de Infância de Alvito.

A intervenção consiste na criação de uma área coberta de recreio. A nova zona vai “garantir um espaço protegido para as crianças durante os períodos climatéricos mais agrestes de chuva, vento e frio”, refere a Câmara Municipal de Alvito.

A intervenção está orçada em cerca de 80 mil euros.

António João Valério, presidente da Câmara Municipal de Alvito, fala num investimento há muito aguardado pela comunidade escolar.

As obras devem estar concluídas no início do ano lectivo.

publicado por Zé LG às 18:49
24
Ago 17

primage_20405.png.jpg

"A Câmara Municipal de Beja, dando resposta a uma necessidade sentida pelos moradores do Bairro dos Moinhos, manifestada através da Associação de Moradores do Bairro dos Moinhos, deu início à construção de novas instalações de apoio ao polidesportivo existente, que permita o desenvolvimento das atividades sócio-culturais e desportivas desta zona da cidade.

A empreitada adjudicada a Manuel Dias Garcia Lopes, no valor de 33.140€ IVA, teve início esta semana e prevê a construção de uma sala de reuniões, arrecadação e instalações sanitárias até ao final de outubro."

Recebido por email de: Câmara Municipal de Beja | Gabinete de Comunicação Integrada

publicado por Zé LG às 12:45
21
Ago 17

201708180840201.jpg

A Adega Cooperativa de Vidigueira inaugurou a obra do seu novo Centro de Análise e Pesagem (CAP), estrutura que já servirá para a recepção de uvas na vindima deste ano, com a presença do secretário de Estado da Agricultura e Alimentação, Luís Medeiros Vieira.

De acordo com o enólogo da ACV, "esta infra-estrutura há muito que era desejada dentro da Adega" e irá permitir "um controlo cada vez mais rigoroso da qualidade das uvas".
"Creio mesmo que o CAP da ACV é uma peça fundamental na estratégia de reorganização da actual zona de laboração", acrescenta Luís Leão.

publicado por Zé LG às 12:44
15
Ago 17

templo_romano-360x300.jpg

O Templo Romano de Évora vai receber uma intervenção urgente de conservação e restauro por existir o risco iminente de queda de fragmentos de pedra.

Trata-se de uma intervenção urgente que não estava planeada, mas a sua necessidade decorre do facto de na monitorização que fazemos ao monumento ter sido identificado um risco iminente e muito alto de queda de materiais pétrios do templo, sobretudo ao nível dos capitéis”, explicou a diretora regional de Cultura do Alentejo, Ana Paula Amendoeira.

A responsável disse que a intervenção visa “evitar, quer a perda irreversível de partes do monumento, quer algum acidente, que, eventualmente, podia vir a ocorrer”.

As obras, que arrancaram na passada sexta-feira e que têm conclusão prevista para dentro de quatro meses, são promovidas pela Direção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlen) em articulação com a Câmara de Évora.

publicado por Zé LG às 10:06
09
Ago 17

080820171005-482-Ambienteministro.jpg

O Ministro do Ambiente, João Fernandes, marca presença numa acção de divulgação pública dos investimentos previstos para o concelho de Mértola na área de abastecimento de água.

A iniciativa, com inicio marcado para as 10.00 horas, é promovida pela Câmara Municipal de Mértola e vai decorrer no Cine-Teatro Marques Duque.
Os trabalhos iniciam com a apresentação dos investimentos a executar no concelho na área de abastecimento de água, no contexto do SPPIAA-Sistema de Parceria Pública Integrada de Águas do Alentejo. Em seguida, tem lugar a adjudicação da empreitada de reforço da adução ao RV6 em Mértola e o lançamento do concurso público da empreitada de Adução à Zona Noroeste de Mértola.
A sessão termina com uma visitar à ETAR de Mértola.

publicado por Zé LG às 08:46
08
Ago 17

fvvvgg.jpg

O Porto de Sines lançou no final da semana um concurso de empreitada de 88 milhões, para a execução da 3.ª fase de ampliação do molhe Leste. Esta intervenção visa melhorar as condições de acesso e manobras a navios de maiores dimensões, bem como aumentar a capacidade de abrigo à agitação marítima.

O molhe leste vai sofrer nova intervenção, numa ampliação de cerca de 750 metros de extensão.

Imagem de capa de portugalfotografiaaerea.blogspot.pt

publicado por Zé LG às 18:29
05
Ago 17

040820171430-251-CamaraMunicipalAlmodovar.jpg

A Câmara de Almodôvar anuncia a aquisição, nos últimos 4 anos, de terrenos e casas degradadas no valor de mais de 600 mil euros.

Através deste investimento, o município pretende “beneficiar” zonas, algumas degradas, da vila de Almodôvar.

A autarquia adquiriu um novo terreno, há cerca de 1 mês, por 200 mil euros. O espaço vai permitir a fixação de jovens através da criação de moradias, espaços verdes e recuperação da NORA para fins patrimoniais e turísticos.

publicado por Zé LG às 15:30
01
Ago 17

310720171739-649-LAR_.jpg

A Câmara de Mértola já assinou o contrato da empreitada de construção do Lar de S. Miguel do Pinheiro.

O investimento ascende aos três milhões de euros e tem um prazo de construção de 450 dias.

O Lar é composto por dois pisos. Incluirá todas as valências para prestar os cuidados aos utentes, nomeadamente, 18 quartos individuais e 21 duplos, sala de enfermagem, salas de convívio, instalações sanitárias adaptadas a pessoas com mobilidade condicionada, refeitório, espaços exteriores, entre outros.

publicado por Zé LG às 12:47
30
Jul 17

201707270738031.jpg

A Câmara de Odemira pretende criar as condições para que o concelho tire partido do rio Mira nas suas diversas valências, desde a barragem de Santa Clara-a-Velha até à foz, em Vila Nova de Milfontes.
É esta a grande premissa do Plano Estratégico e Operacional de Valorização do Rio Mira, que a autarquia apresentou publicamente no fim-de-semana, durante mais uma edição da FACECO.
"No fundo queremos ter uma visão estratégica para a utilização desse recurso, que é absolutamente central na vida do concelho", explica o presidente da Câmara de Odemira.

Ler mais AQUI.

publicado por Zé LG às 15:32
29
Jul 17

imgLoader.ashx.jpg

A recolha seletiva porta a porta permite que uma maior percentagem de materiais possa ser reciclada. 

No âmbito do projeto financiado pelo POSEUR 2020, o município adquire uma viatura para a recolha e na área de atuação deste projeto serão oferecidos aos munícipes os equipamentos necessários para a correta deposição dos resíduos.

Posteriormente será distribuída informação própria.

Asseguram os ambientalistas que, com o sistema porta a porta, os munícipes colaboram e responsabilizam-se mais e toda a gente fica a ganhar uma vez que a quantidade de recicláveis que entram nos sistemas e são encaminhados para a reciclagem é muito maior, evitando a deposição em aterro ou a queima.

publicado por Zé LG às 16:34
26
Jul 17

AFINAL O QUE VAI SER FEITO NA PRAÇA DA REPÚBLICA?

fotos.sapo.pt.jpg

Ler artigo de Carlos Dias n'O Público.

Existe um projecto ou apenas uma idéia geral? Vai ser mudado apenas o pavimento ou também as infraestruturas? Vai haver intervenção nos vestígios arqueológicos e colocados alguns à vista, como em espaços públicos noutras cidades? Qual o orçamento? Como é assegurado o financiamento? Para quando está previsto o início e o prazo da intervenção?

 

Publiquei, em 9 de Dezembro do ano passado, este alvitre como contributo para um debate que entendia  - e continuo a entender -, que devia ter sido promovido pelo Executivo Camarário, uma vez que vai alterar uma obra de um anterior Executivo da mesma força política, que na altura gerou muita polémica, sem que a tenha pré-anunciado na campanha eleitora.

Quase 9 meses decorridos sobre a colocação destas questões, eis que é anunciado o início para breve das obras, sem que o Executivo Camarário tenha avançado com qualquer esclarecimento sobre aquelas questões ou outras que pertinentemente têm sido colocadas pelos cidadãos.

Mais uma vez, parece oportuno questionar opções e sua fundamentação e o entendimento do envolvimento da população interessada na discussão de projectos com impacto na Cidade do Executivo Camarário?

publicado por Zé LG às 08:56
25
Jul 17

No âmbito do Plano de Ação Integrado Para Comunidades desfavorecidas (PAICD), a Câmara Municipal de Mértola obteve um financiamento de fundos comunitários no valor de 500 mil euros, para investir na regeneração urbana da aldeia mineira de S. Domingos.

l__y4a7759.jpg

A verba, agora aprovada, permite a reabilitação total do Cineteatro da Mina de São Domingos, o último dos edifícios doados pela empresa La Sabina. Será, igualmente, possível proceder à remodelação do jardim do coreto, à recuperação do campo de ténis e do parque infantil, bem como intensificar a regeneração urbana, e investir na zona da Igreja, junto ao novo loteamento e na zona envolvente da rua do Guadiana.

A aposta clara na requalificação na Mina de São Domingos, em todas as suas dimensões, uma realidade hoje assumida por várias instituições, tornou esta localidade, já de si muito relevante no concelho de Mértola e na região, num importante polo de crescimento.

publicado por Zé LG às 13:50
25
Jul 17

240720171615-13-edifciosrdio.jpg

A Câmara de Beja informa que já aprovou a proposta de abertura de concurso público, no valor de 1 milhão de euros, para a empreitada de reabilitação de dois edifícios na Praça da República, destinados à instalação do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Local e que esta decisão significa “mais uma aposta” do Município que visa prosseguir com “a sua estratégia de requalificação de edifícios e valorização do centro histórico”.

publicado por Zé LG às 08:52
17
Jul 17

578px_e59677ddda94a2627313.jpg

Teve início a obra de requalificação do Complexo Desportivo Fernando Mamede, que decorrerá neste período de pausa nas competições desportivas, e que será alvo de uma valorização e enquadramento paisagístico das várias instalações existentes.

Para já, está a decorrer a substituição de relva sintética do campo nº1, um processo que será rápido, e a que se segue a obra de requalificação do campo relvado natural.
Recorde-se que este projeto do Município de Beja contempla intervenções nos campos relvados natural e sintéticos, na pista de atletismo, a criação de novos balneários e bancada coberta, bem como de um novo campo de futebol de apoio que representa um investimento total de 830.000€.

In: B NEWSLETTER | 14 de julho de 2017 | Câmara Municipal de Beja

publicado por Zé LG às 17:51
16
Jul 17

578px_e5967a08a5e649730510.jpg

Prosseguem a bom ritmo os trabalhos de reparação do pavimento na Estrada Municipal entre Albernoa e a Mina da Juliana.

In: B NEWSLETTER | 14 de julho de 2017 | Câmara Municipal de Beja

publicado por Zé LG às 23:24
12
Jul 17

110720171659-418-ParqueFerreira_.jpg

A Câmara de Ferreira do Alentejo vai ampliar o Parque de Empresas, devido à “forte procura” de terrenos pelos empresários.

Para o efeito, a Câmara viu aprovada, pela Assembleia Municipal, a contratação de um empréstimo de longo prazo na ordem dos 1,8 milhões de euros.

O município encara este investimento “como incontornável para o futuro acolhimento de empresas e consequente promoção do Desenvolvimento Económico”.

Aníbal Costa, presidente da Câmara de Ferreira, sublinha que sem recurso ao crédito o Município não tinha condições para avançar com a obra.

publicado por Zé LG às 12:40
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
É a mesma pessoa! o eng.º José Velez ex-vereador d...
Excelente debate que já há bastante tempo se impun...
Por muitos ilustres que cite não apaga a força do ...
Expus os meus argumentos com a mesma honestidade q...
Para começar, ter preferências é um luxo que todos...
Já vi que tem preferência pelo consumo de azeite d...
O que o PCP pretende no desenvolvimento agricola d...
Não, não sou a favor desse tipo de culturas.O que ...
Caro anónimo, não sei se é adepto deste tipo de cu...
Não precisa do futuro para estar enganado, já o es...
Estas reivindicações do PCP não são novas, são ali...
Só que nada fizeram até agora e que o engenheiro d...
ETAR de Vales Mortos: https://www.publico.pt/2017/...
qual situação?
A situação da "ETAR" de Vale de Vargo não é notíci...
blogs SAPO