Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
27
Jan 09

O consenso sobre a criação da Região Administrativa do Alentejo é cada vez mais alargado entre as várias forças e os principais agentes políticos da região, tal como a vontade de que seja polinucleada.

Espera-se que, finalmente, na próxima legislatura o processo da criação e instituição das regiões administrativas avance para que o desenvolvimento do país seja mais equilibrado, sustentado, célere e eficiente.

publicado por Zé LG às 15:28
http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Portugal/Interior.aspx?content_id=1121954
Anónimo a 27 de Janeiro de 2009 às 16:40
E porque não a Região Administrativa do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral ?
Carlos a 27 de Janeiro de 2009 às 16:48
Porque todo o Alentejo é mais consensual e mais competitivo, para além da identidade cultural...
Zé LG a 27 de Janeiro de 2009 às 19:58
As regiões administrativas por excelência são os concelhos. Quantos mais órgãos de administração houver maior é a confusão. Se repararem, os municípios já têm que se preocupar com as associações de municípios, com assembleias distritais, com governos civis, com direcções regionais, com CCDR's, ERT, etc, etc.. Mais órgãos é uma forma de gastar dinheiro sem qualquer interesse prático, mais tempo com coisa inúteis e guerras partidárias pelo controlo dos órgãos dirigentes.
Porque é que não se gastam as energias e o dinheiro no melhoramento do funcionamento das autarquias. Porque é que não se pensa em reorganizar os municípios - por exemplo, que falta fazem, a título de exemplo, as juntas de freguesia, de Barrancos, do centro urnabo de Beja, de Cuba ou de Alvito. Nas sedes dos municípos não deviam haver juntas de freguesia.
anónimo a 28 de Janeiro de 2009 às 17:24
Recordo que a criação das regiões administrativas implica acabar com algumas algumas das instituições que refere, integrando-as, reduzindo o seu númeero ou iliminando-as.
Zé LG a 28 de Janeiro de 2009 às 22:45
Subscrevo. E, sendo ainda mais radical, porque não extinguir alguns concelhos como por ex. Barrancos e Mourão que poderiam, com vantagem para as respectivas populações (em n.º diminuto) ser integrados, respectivamente, nos de Moura e Reguengos. É polémico? Muito. Mas as mudanças são-no sempre: primeiro estranham-se e só depois se entranham ...
Anónimo a 29 de Janeiro de 2009 às 21:58
Concordo com o comentário acima referido, de que retirando o poder às capitais de distrito e concentrando-os nas capitais das 5 futuras regiões administrativas. Contra a vontade do povo português expressa em referendo e a a quase totalidade da população dos distritos que vão ficar esvaziados de todos os serviços inerentes.
Abre-se a porta a novas restruturações; e concelhos pequenos como aquele em que penso que reside, deixarão de fazer sentido. dada a escassa população residente.

Talvez o melhor, era que os políticos das capitais dessas (futuras) regiões fossem impedidos de imporem o seu modelo e os seus interesses centralizadores. Até porque a história do Alentejo Polinucleado é uma TRETA que nem os próprios que o defendem acreditam. Não é LG?
Epaminondas J. J. a 30 de Janeiro de 2009 às 16:16
Mas o que está a acontecer não é retirar "o poder às capitais de distrito e concentrando-os nas capitais das 5 futuras regiões administrativas", através da centralização de serviços desconcentrados, sem existirem regiões administrativas?
A criação delas poderia não só combater esta concentração mas também redistribuir os serviços regionais pelas sub-regiões.
Zé LG a 31 de Janeiro de 2009 às 01:12
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
recomendo vivamente ao candidato Pinela que deixe ...
Pita Ameixa vai dar continuidade ao desenvolviment...
Já vai em 70.
Chegam os da cintura industrial... de Beja.
Isso queria tu. Vem a Beja e vai ficar impressiona...
Foi recolher-se a um bunker, não vá o Nibiru tecê-...
Se o compara a Trump, também não percebeu como foi...
António Costa já não vem a Beja. Tem a agenda muit...
Ainda não percebi como é que existem pessoas que a...
Em 2009 fui convidado pelo Dr. José Manuel Mestre ...
Concordo, respeitem as pessoas que se esforçam por...
Estes três ultimos comentários são de uma mesquinh...
Hãããã??? Confesso que não percebi mas também confe...
Gabo-me sim senhora e sempre que aqui venho faço-o...
Facto#Estavam mais em Baleizão que na festa do Bai...
blogs SAPO