Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
18
Jan 09

Já começou a empreitada de instalação do Relvado Sintético no Campo de Futebol de Alvito, num investimento elegível de 491.556 euros (relvado sintético - 360.556 euros, vedação - 71.000 euros e ampliação dos balneários - 60.000 euros) - 344.089 euros do FEDER e 147.467 euros do Município.

Este é o maior investimento do Município de Alvito previsto para este ano. Não constou do Programa Eleitoral do MI não foi uma das prioridades apontadas nos inquéritos do “Isto também é comigo!” nem foi discutido com as populações.

Por tudo isto, perguntamos:

- Apesar de ser uma oportunidade de obter um financiamento, justifica-se a prioridade dada a este

  investimento?

- Justifica-se a construção de uma vedação do campo de futebol? Para quê?

- Não se justificava a discussão pública deste investimento? Isto também não é comigo?

Vamos discutir o assunto, apesar de já não haver nada a fazer, uma vez que a decisão foi tomada e as obras foram iniciadas! Isto também é connosco!

publicado por Zé LG às 15:15
não
não a 18 de Janeiro de 2009 às 15:57
Só vivendo em Alvito poderia dar uma resposta. Mas será possível adivinhar qual seria, sabendo que vivemos num país, em que foram injectados 1000 milhões de euros num banco e este ainda deve dinheiro aos depositantes, cobrando taxas de juro quase duas vezes superiores às praticadas pela CGD.
Estas injustiças fazem-me deixar de acreditar e confiar em muitas pessoas! É triste mas é verdade...
João Rodrigues Ferreira a 18 de Janeiro de 2009 às 18:51
LG- espero q apague o comentário, que foi lapso e resultou de uma brincadeira com colegas de Universidade! Desde já obrigado!
h - V&P a 19 de Janeiro de 2009 às 00:03
Já apaguei. Peço desculpa pela demora.
Zé LG a 19 de Janeiro de 2009 às 19:04
A questão pertinente que se devia colocar não é a prioridade da Câmara A, B ou C , mas sim em termos da prioridade FEDER no financiamento global destes equipamentos.
A prática desportiva e a saúde dos cidadãos ganhará efectivamente com a construção destes relvados sintéticos?
Será esta uma prioridade para a prática desportiva?
Quantos técnicos superiores com formação desportiva estão no desemprego?
Já que existem e vão ser gastos esses recursos do FEDER, talvez a Câmara de Alvito tenha feito bem, mas tenho muitas dúvidas de que um sintético possa ser uma real mais valia para a saúde humana, em relação a um campo pelado devidamente aproveitado por gente com formação na área desportiva.
Aí fica o meu contributo como cidadão deste país, do qual Alvito faz parte obviamente!
Manuel Antonio Domingos a 19 de Janeiro de 2009 às 08:22
Assim está bem. Discutir sem lavagem de roupa suja.

A grande questão é: E se os actuais responsáveis dos clubes não quiserem continuar? Está a Câmara na disponibilidade de assegurar essa continuidade para rentabilizar um espaço tão dispendioso? Tem outras alternativas?

Alguém falou com os clubes, para tentar garantir a continuidade da actividade que utilize tal equipamento?

Se não, corremos o risco de acontecer o mesmo que aconteceu aquando da colocação da iluminação. Colocou-se a iluminação e terminou o futebol durante anos.
Anónimo a 19 de Janeiro de 2009 às 10:44
L.G. todos os campos tem de estra vedados, todos têm pelo menos duas ( são as léis... ).

Concordo consigo quanto à oportunidade, mas em todo o alentejo só Viana resistiu à tentação.

Bem haja!
Hudi a 19 de Janeiro de 2009 às 11:37
O investimento não constou do programa do MI porque não havia comparticipação de qualquer fundo.
Sobre a bondade do melhoramento, tanto a Câmara como a A. M. votaram muito favoralvelmente a despesa.
Já alguem perguntou aos praticantes se estão de acordo. Penso que não é necessário fafer a pergunta.
O arrelvamento é uma mais valia para o G.D.C. Alvito e acrescentará muito ao que de excelente é feito pela associação.
indio a 19 de Janeiro de 2009 às 12:24
E porque não dirigir estes dinheiros para outros investimentos.
Em baixo refere-se a forte hipótese de encerramento da Pousada de Alvito. Porque não se tal vier a acontecer, desviar algum deste dinheiro para através de parcerias entre a Câmara de Alvito e o grupo Pestana tentar mantê-la aberta e até dinamizá-la sob o ponto de vista cultural.
Carlos a 19 de Janeiro de 2009 às 12:33
Isto é engraçado !
Não quero tecer suposições de um outro quilate e assim fico-me por considerações soft:

a) qual o impacte desportivo, a nível de futebol, do concelho de Alvito ?

b) Essa grandeza e desenvolvimento desportivo justificam a utilização desses dinheiros ?

c) Qual a rentabilização que dali pode advir ? Eu considero antes a fundo perdido !

d) Relvado ??? Cheira-me que dentro de pouco tempo o preço da água estará a subir no concelho pois ou alguém paga os gastos da água para manter um relvado (os contribuintes) ou então põe-se o relvado e algum tempo depois iremos ver erva daninha e relva seca ! Alguém fez o estudo sobre a manutenção de um relvado ? Parece-me bem que não ! Aliás pergunto: A partir de que escalão é obrigatório ter campo relvado ? Estará também a CMA a pensar investir na equipa de futebol para lá chegar ?

d) O problema da vedação : Não tenho conhecimentos para me pronunciar sobre a obrigatoriedade ou não ! Penso (sem ter a certeza) que é também um problema de escalão....e aí....!

Enfim ! PArece que vicemos num país dedicado ao futebol e do qual nada advém para os contribuintes. Futebol recebe recebe recebe, mas nada dá. QUem lucra ??
ACVC a 19 de Janeiro de 2009 às 13:54
Lucra quem usufrui e quem pratica.

Não ganha dinheiro, se é isso que estava a perguntar, mas ganha noutras coisas, tão ou mais importantes que dinheiro.

Já agora, o futebol não tem só impacto para os grandes clubes, senão mais valia existir um campeonato único com 3 equipas. Outros impactos se levantam para além do mediatismo, nomeadamente a formação.

Sabe que existe formação de futebol em Alvito?
Anónimo a 20 de Janeiro de 2009 às 10:58
Apenas para rectificar o seguinte:
Não tinha reparado que o relvado era sintético e daí me penitencio no que diz respeito a divagação sobre os gastos de água e ao cresimento de erva daninha e relva seca. No entanto mantenho, ainda que em menor escala, o que disse sobre os custos de manutenção !
ACVC a 19 de Janeiro de 2009 às 13:59
Continua parvo - mesmo assim gasta água - ou não será lavado.
anónimo a 19 de Janeiro de 2009 às 15:26
Sem comentários !
ACVC a 19 de Janeiro de 2009 às 19:20
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
E a estrada da Mina da Juliana parece um caminho d...
E a minha rua sem alcatrão
E gostou do que disse o Costa sobre os comboios pa...
Nem como confundi-las :)
Um homem é o resultado do conjunto das suas ações,...
Manda o bom senso que para não suscitar dúvidas e ...
Mas qual vitimizar qual quê, mas eu preciso lá dis...
Bonita festa! Tantas centenas de pessoas com o com...
Vitimiza-te agora para encobrires a monumental asn...
Pois mas quando se manipula a verdade estamos suje...
Mas não me custa ouvir. O jogo politico também viv...
Queixinhas
Se estivesse calado e nao provocasse nao tinha que...
Depois ainda há quem fique surpreendido com o epít...
Toma as capsulas e deita te. Adeus nao vale a pena...
blogs SAPO