Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
27
Dez 08

Parece-me estar, mais ou menos, provado que o crescimento económico só por si não é suficiente para promover o desenvolvimento equilibrado dos territórios e das comunidades.

É tempo de inverter o sentido das políticas, pondo o acento tónico no desenvolvimento humano e social, que deve funcionar como motor do desenvolvimento económico.

A ideia de que é necessário produzir mais para assegurar uma melhor distribuição da riqueza produzida, combatendo, dessa forma, a pobreza e a exclusão social faliu. É necessário, pelo contrário, garantir as necessidades mínimas a todos, de maneira que intervenham mais e melhor no processo produtivo e aumentem a produtividade. O combate à pobreza e à exclusão social pode e deve ser o motor mais dinâmico das economias.

As pessoas têm de estar no centro das políticas aprovadas e aplicadas. Não podem limitar-se a ser tratadas como meros números estatísticos.

 

publicado por Zé LG às 00:22
Completamente de acordo! Sem querer seguir nenhuma direcção política, essa obrigatoriedade do crescimento da economia sempre me "cheirou mal". É lógico que é impossível sempre crescer! E depois, há muita gente que faz tudo para que esse crescimento não possa acontecer, como, por exemplo, provocar guerras inúteis que só servem mesmo ao crescimento da produção do armamento. Agora, quem é que é o principal culpado desse falhanço? Acho que somos todos nós! Queremos sempre mais, ter uma casa maior, ter um carro melhor etc. Penso que tem que começar em cada um de nós essa dita mudança, porque só assim a dita classe política também vai seguir esse rumo - peeenso eu de que...
zig a 27 de Dezembro de 2008 às 01:08
Muito bem ZIG.Até os pobres querem ter mais uma casa pra laser no Brasil... e o peculato de uso aí de certos bribantes como dizia o meu avô?
Manuel António Domingos a 29 de Dezembro de 2008 às 11:29
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
25
26
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
E a estrada da Mina da Juliana parece um caminho d...
E a minha rua sem alcatrão
E gostou do que disse o Costa sobre os comboios pa...
Nem como confundi-las :)
Um homem é o resultado do conjunto das suas ações,...
Manda o bom senso que para não suscitar dúvidas e ...
Mas qual vitimizar qual quê, mas eu preciso lá dis...
Bonita festa! Tantas centenas de pessoas com o com...
Vitimiza-te agora para encobrires a monumental asn...
Pois mas quando se manipula a verdade estamos suje...
Mas não me custa ouvir. O jogo politico também viv...
Queixinhas
Se estivesse calado e nao provocasse nao tinha que...
Depois ainda há quem fique surpreendido com o epít...
Toma as capsulas e deita te. Adeus nao vale a pena...
blogs SAPO