Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
15
Dez 08

Moita Flores, o presidente da Câmara Municipal de Santarém acusou a presidente da CCDR do Alentejo de ser «comissária política dos interesses do Alentejo», privilegiando esta região em detrimento do Vale do Tejo.

Há uma semana, a Nersant reuniu o seu Conselho Geral para analisar um relatório que aponta para uma taxa de reprovação das candidaturas das empresas da Lezíria ao Programa Operacional Regional do Alentejo da ordem dos 79%.

Em reacção, a comissão directiva do InAlentejo afirmou «não encontrar justificação» para a tomada de posição da Nersant, alegando que a Lezíria, com os seus 11 municípios (num total de 58 abrangidos), é «uma parcela de um conjunto mais vasto», não sendo as duas realidades «comparáveis».

Não é nada que não se esperasse. Quando o dinheiro falta, em vez de reclamar mais na distribuição do bolo geral, entra-se em guerra pela distribuição das migalhas atribuídas à região… Porque não reclamaram mais quando o bolo nacional foi dividido? Porque não pensaram nos alentejanos quando lhes foi atribuído um pacote financeiro como compensação pela não construção do aeroporto na OTA?

 

publicado por Zé LG às 13:01
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
25
26
Passaram por cá
"Contador de visitas">Contador de visitas
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Muito bem metida
E a actual Presidenta Dra. Natércia D. não faz par...
E estes permitem a sepultura a ciganos mortos, ou ...
Acho que o JR não sabe onde fica a Salvada, Albern...
Ai como vocês andam... andam mesmo desgraçados!!! ...
Nem tudo o que se diz do PSD é verdade.Veja-se o c...
Em Beja não dá no mesmo, porque o candidato do PSD...
A aliança do PCP com o PSD em Loures só podia dar ...
Isso foi há 8 anos, amigo!!!
Ui ui isto realmente esta ao rubro...pena estes co...
O Dr. pode processá-los por assédio.
Ele à lá agora necessidade de anunciar, comam mas ...
E dificilmente o hospital público se rerguerá porq...
A política da troika continua no Ministério da Saú...
Quem patrocinou esse jantar secreto na casa do gov...
blogs SAPO