Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
14
Dez 08

Foi aprovado, por unanimidade, em reunião ordinária da Assembleia Municipal, a integração do Município de Alvito na “Turismo Alentejo, ERT".

 

publicado por Zé LG às 00:25
Retomando aqui o post "Alvito em contraluz "; não só pelos comentários aí tecidos, mas até pelo próprio título, que aliás é deveras sugestivo para uma troca de impressões como aí foi sugerido por um dos intervenientes e sobre os dois comentários que então parece terem caído mal no meio.

Na minha modesta opinião, a história antiga de que o "Rei vai nú" já aqui referida neste Blog várias vezes, mantem-se actual e de tempos a tempos parece que é preciso ser de novo lembrada.


Passando directamente ao tema, óbviamente que Alvito é uma Vila secular com história e pregaminhos evidentes, atestados pelo seu património artistico e cultural. E ninguém dúvida que há-de manter-se como sede de concelho e com todas as regalias e responsabilidades inerentes.

Agora o que é um facto é que há outras vilas não sede de concelho e portanto sem uma câmara municipal e todos os serviços, respectivo "orçamento" e poderes de decisão. E estou-me a lembrar de Brinches e Vila Nova de S. Bento no concelho de Serpa, que além de terem o triplo da população, têm uma dinâmica de desenvolvimento/crescimento muito superiores.
E que a fotografia de LG demonstra sem sombra de dúvidas, dada a extensão do casario aí retratado, que levou Manuel António Domingos por desconhecimento a chamar-lhe de aldeia.

Mas até em relação à conservação do património artistico, os últimos tempos não têm sido muito felizes para Alvito. Condomínios fechados, bairros de casas abrasileiradas totalmente desfazadas da sua matriz cultural, ruas alcatroadas e algum "desleixo". São o cartão de visita pouco agradável para quem se assume (?) como destino turistico e cultural.

E depois é também a tal história da "pescasdinha de rabo na boca". Há pouca população e pouco crecimento/desenvolvimento. Os melhores que arranjam emprego em outros locais saem, ficando os menos capazes e competentes. Estes fazem o que podem, que é pouco e não chega para a povoação e o concelho crescer. E além de não permitirem que outros vindos de fora mais competentes, digam ou façam alguma coisa que os ponha em causa ou que mexa com os seus valores e interesses.

Perante tal estado de coisas, só há de facto uma atitude, que é negar a evidência. Que foi o que sucedeu no referido post .
Manuel a 14 de Dezembro de 2008 às 12:37
De fato é capaz de ter razão. Serei eu o culpado? Claro que não. Todos os ex presidentes sim. Não foram capazes de unir as pessoas. Apenas têm feito politica. Ainda nesta última assembleia Muniçipal se viu o comportamento da CDU ao inviabilizar a presença de um grupo na assembleia intermuniçipal. Politicamente era negativo. Será que as pessoas em causa são Más? Porque não ouvir os outros? São estas politicas que têm destruido o nosso Alvito.
Anónimo a 15 de Dezembro de 2008 às 07:18
Como é que a CDU poderia só por si, ou em coligação com o PS e com o PSD, produzir um resultado diferente.
O que foi tentado, mas de forma infantil, foi subverter os resultados eleitorais de 2005. O PSD apresentou uma lista com membros do PS e da CDU, nomes que também constavam das listas próprias dos dois partidos da esquerda. Uma pequena confusão a que já nos habituaram "l'enfants terribles". Passam o tempo a magicar a forma de terem acesso ao poder sem ganharem eleições.
Mas, será que foi apenas um ensaio para derrotarem o MI nas próximas eleições. Serã necessários 3 contra 1 que nem sequer têm as costas quentes com a manta do partido. A seu tempo veremos!
apache a 15 de Dezembro de 2008 às 17:10
Pois é como eu digo num post é indio noutro é apache. já agora na se quer candidatar a PC Pam e pjfvb
ocorreiodomarquês a 15 de Dezembro de 2008 às 17:14
E a marquesa também.
péleve a 15 de Dezembro de 2008 às 17:23
Querido apache eles se calhar só queriam ser ouvidos. O problema é sempre o mesmo os que têm o PODER não querem ouvir os outros, tanto se dá que sejam de esquerda como de direita. Estes in dependentes é que deviam dar o exemplo. Afinal queriam uma autarquia partiçipativa.
Anónimo a 15 de Dezembro de 2008 às 18:19
Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
25
26
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
grande autarca. alguém que me sabe dizer porquê é ...
A CDU deu um tiro no pé.
Trabalho (que não se viu), Honestidade (passando m...
A cegueira política é tal que não sabem usar a cal...
De fato, são muito poucochinhos.
É isto que têm para discutir até às eleições. Pare...
Essa deliberação da AM é impugnável, por falsidade...
O PCP na Vidiqueira é um saco de gatos...,Ninguém ...
Mas a Camara anterior não era também da CDU, se a ...
Cada cinco mandatos leva um de brinde.
Ridículo! Nem na matemática a CDU acerta: entre 19...
A CDU vai avançada no tempo - vai em 2021. Deus se...
Incrível.
Um presidente apagado, que esvaziou a importância ...
20 anos de passividade.
blogs SAPO