Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
24
Nov 17

578px_9c5c150911915325733449.png

220720151035-773-stal2.jpg

O STAL informa que o reposicionamento remuneratório foi exigido por si à administração anterior, e que o mesmo “resulta da aplicação das medidas inseridas na Lei do Orçamento de Estado para 2017 e do respectivo Decreto-Lei de Execução Orçamental, conforme foi amplamente divulgado aos trabalhadores nos plenários realizados na empresa”, e que “estas medidas foram aplicadas em todas as empresas públicas onde existem Acordos Colectivos de trabalho em vigor, como é o caso da EMAS”.

Rui Marreiros afirma que os aumentos feitos pela anterior administração são “ilegais”. A nova administração sustenta a decisão num parecer da CCDR Alentejo.  O administrador executivo da EMAS, adianta que “era uma situação insustentável (…) para os trabalhadores porque não tardaria até que a decisão [de revisão dos salários] fosse imposta pela via dos Tribunais” com prejuízos para os trabalhadores que teriam, eventualmente, de repor as verbas recebidas.

Ler e ouvir AQUI e AQUI.

publicado por Zé LG às 08:48
24
Nov 17

SI-01-01.jpg

Ver PROGRAMA.

 

publicado por Zé LG às 01:03
23
Nov 17

primage_21250.png

publicado por Zé LG às 21:30
23
Nov 17

MuseuSembrano.jpg

Os ciclos da vida, o vinho, o S. Martinho e a mitologia romana adaptada aos nossos dias são algumas das propostas para a conferência desta noite, no Núcleo Museológico da Rua do Sembrano, em Beja.

Denominada “Comemoração da Vida e da Morte”, a iniciativa está marcada para as 21 horas e conta com a presença de Filomena Barata, especialista em arqueologia e do arqueólogo Miguel Serra.

Florival Baiôa, presidente da ADPBeja- Associação para a Defesa do Património da Região de Beja explica que a conferência é a “introdução a 2018”, uma vez que no próximo ano comemora-se “o ano europeu do património”.

publicado por Zé LG às 13:46
23
Nov 17

FCM17_WEB.jpg

publicado por Zé LG às 12:47
23
Nov 17

23795625_10212030281491442_5101411087400629299_n.j

publicado por Zé LG às 12:45
23
Nov 17

221120172245-942-Nerbe30Anos.jpg

Apoiar as empresas da região, tem sido o principal objectivo ao longo destes 30 anos, Filipe Pombeiro, presidente do NERBE/AEBAL, afirma que este aniversário é um marco importante na história da associação e destaca o papel que tem tido no território onde está implementada.
As comemorações incluem, às 17.30 horas, a realização de uma mesa redonda subordinada ao tema “Perspectivas Sócio-Económicas Para O Futuro do Baixo Alentejo”.
Depois da mesa redonda, segue-se, às 20.00 horas, um jantar convívio, para homenagear os ex-presidentes do NERBE/AEBAL e os associados com mais de 10 anos de filiação.

publicado por Zé LG às 08:53
23
Nov 17

HospitalSaoPaulo-1856.jpg

O Ministério da Saúde, a Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS Alentejo) e a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (Ulsba) estão a negociar com a Santa Casa da Misericórdia de Serpa (SCMS) uma solução que viabilize a manutenção dos serviços clínicos naquela cidade da margem esquerda do Guadiana.
Na sequência da denúncia por parte da Santa Casa da Misericórdia de Serpa do acordo de cooperação assinado em novembro de 2014 por esta entidade, a ARS Alentejo e a Ulsba, e que visava melhorar a acessibilidade e aumentar a oferta de cuidados de saúde à população, as várias entidades referidas e o Ministério da Saúde estão a negociar “um acordo transitório” que assegure o funcionamento daquela unidade de saúde até ao fim do ano, disse ao “Diário do Alentejo” a provedora Maria Ana Pires.
Segundo a responsável da SCMS, em causa está o destino de uma dezena de funcionários, entre técnicos administrativos, assistentes operacionais e enfermeiros, bem como o pagamento dos transportes.

publicado por Zé LG às 00:03
22
Nov 17

23659136_1708257312538209_2651310999530327703_n.jp

O TeatroThalia em Lisboa foi ontem palco da entrega da distinção Entidades Empregadoras Inclusivas, uma distinção pública às boas práticas de gestão abertas e inclusivas, desenvolvidas por entidades empregadoras relativamente às pessoas com deficiência e incapacidade.

O município de Portel, no Alentejo Central, foi o único município alentejano a receber esta distinção, enquanto empregador, reconhecido pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional, por promover um "mercado de trabalho inclusivo" e se distinguir ao nível do recrutamento, desenvolvimento e progressão dos trabalhadores, pelas suas acessibilidades e pela qualidade de serviço e relação com a comunidade.

A distinção foi recebida pela presidente da autarquia, José Manuel Grilo.

publicado por Zé LG às 12:42
22
Nov 17

131120171652-613-PauloArsnio.jpg

O novo Executivo municipal de Beja, liderado por Paulo Arsénio, tomou posse no passado dia 18 de outubro e quer que em 2021 fique provado que “se fez melhor e diferente, poupando no acessório e gastando mais no essencial”, num concelho em que “o objetivo principal é criar condições para haver mais empregos e mais fixação de pessoas.”

Tendo a noção de que nem tudo o que se pensou para Beja estará concretizado em 2021, Paulo Arsénio afirma que é preciso fazer o caminho, tendo alguma coisa para mostrar no final dos quatro anos, que prove que Beja é capaz, aproveitando também, o clima de confiança que se vive no concelho e no país.

publicado por Zé LG às 08:52
22
Nov 17

manchete_text_311020171052-183-aljustrelmina.jpg

O protesto que surge, por melhores salários, horários e condições de segurança no trabalho, abrange todos os trabalhadores nomeadamente os da empresa concessionária das minas, a Almina-Minas do Alentejo, e das outras duas empresas que prestam serviços no complexo mineiro, a EPDM-Empresa de Perfuração e Desenvolvimento Mineiro e Urmáquinas.

Jacinto Anacleto, dirigente do STIM-Sindicato dos Trabalhadores da Industria Mineira, critica o facto de grande parte dos trabalhadores terem um vencimento mensal de 600 euros, com horários diários de 10 horas. Jacinto Anacleto, aponta ainda o dedo às administrações das três empresas porque até agora têm recusado dialogar com o sindicato que representa os trabalhadores.
A realização da greve foi decidida no plenário geral de trabalhadores das minas, que decorreu no dia 18 de Outubro.

publicado por Zé LG às 00:10
21
Nov 17

580px_e5a0ef85e47d1b663226.pngNa segunda edição do Festival APROXIMA-TE!, continuamos a lançar perguntas para tentar perceber como podemos aproximar os miúdos do património ou vice-versa, na expectativa de identificar as oportunidades, mas também as contingências e consequentemente os desafios que se apresentam à criação de uma forte, sólida, perene e entusiasmante relação dos miúdos com o património cultural:
Será que a relação dos miúdos com o património pode vir a ser tão espontânea quanto a relação com a música?
Pode o património surgir como um programa de lazer tão atractivo quanto uma ida ao cinema? Que relações com instrumentos de comunicação direccionados para este público desenvolve o património cultural no nosso país?
Conheça, em primeira mão, alguns dos temas em debate! - em http://www.aproxima-te.com/

 

publicado por Zé LG às 17:54
21
Nov 17

201120171800-111-SIMBOLOACT1.jpg

Na passada semana, a ACT realizou uma ação inspetiva conjunta com a GNR, o SEF e a Delegada de Saúde, numa herdade no Alentejo, no âmbito da apanha da azeitona, com o objetivo de combater o trabalho não declarado no setor agrícola. No decorrer da visita os inspetores do trabalho analisaram a situação de 154 trabalhadores, dos quais 97 se encontravam não declarados. Imediatamente as várias empresas envolvidas foram notificadas para proceder à respetiva regularização, avança a Autoridade para as Condições do Trabalho na nota de imprensa enviada à nossa redação.

A ACT refere ainda, que vai acompanhar estas situações para que seja reposta por completo a legalidade das relações laborais e promovido o cumprimento das regras legais.

publicado por Zé LG às 13:50
21
Nov 17

EMAS-Beja.jpg

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento de Beja (EMAS) anuncia que está a ultimar, “com carácter de urgência”, a contratação de um empréstimo de médio e longo prazo no valor de 2,5 milhões de euros, para solucionar problemas a curto prazo.

Em causa está o pagamento de vários empréstimos de curto prazo contraídos de forma sucessiva nos últimos dois anos, pela anterior administração, “sem uma previsão relativamente à forma como seriam liquidados, nem uma expectativa sólida quanto ao acesso a financiamentos comunitários”.

Acrescem ainda “elevados valores de facturação que foram e estão a ser apresentados por diversos empreiteiros, empresas de fiscalização, entre outros”, que estão a provocar “rotura completa de tesouraria, criando uma situação insustentável para muitos empreiteiros, prestadores de serviços, fornecedores e também para a própria empresa pela pressão que causa sobre os serviços”.

Rui Marreiros, administrador executivo da EMAS, não esconde as suas preocupações, AQUI e AQUI.

publicado por Zé LG às 08:47
20
Nov 17

IMG_3534.JPG

Fotografia de um "quadro" do Museu da Ruralidade de Entradas.

publicado por Zé LG às 21:06
20
Nov 17

primage_21261.pngO Presidente da Câmara Municipal de Beja, Paulo Arsénio, e o Vereador e Vice –Presidente Luís Miranda, visitaram na tarde de Quinta-Feira, dia 16/11, o Aeroporto de Beja, em visita conjunta com o Presidente dos grupos MESA e HI FLY, Paulo Mirpuri, e o Diretor do Aeroporto de Beja, José Natário. O encontro serviu para se inteirarem, no local, do projeto de construção do hangar da MESA, para reparações de aeronaves Airbus A330 e A340. A empresa prevê o início da construção do espaço para abril/maio de 2018 e a conclusão para perto de final do ano, numa área de construção de aproximadamente 1 hectare.

Quando o hangar estiver a laborar em pleno dará trabalho especializado a 150 técnicos de manutenção de aeronaves.

Durante a visita foram ainda abordadas outras oportunidades de negócio entre os grupos MESA/HI FLY, o Aeroporto e o Município de Beja, para que Beja possa ganhar uma dimensão aeronáutica relevante no contexto nacional, a médio prazo, com criação de emprego líquido e consequente valorização económica do Concelho e da Região.

Informação do Gabinete de Comunicação Integrada da CMB

publicado por Zé LG às 18:15
20
Nov 17

0001 (1).jpg

O evento contará com a participação dos restaurantes “Flor do Campo” (Sabóia), “O Tarro” (Odemira), “O Jaime” (Boavista dos Pinheiros) e “Mar e Sol” (Vila Nova de Milfontes). Nas ementas estarão diversos pratos ou petiscos bem como sobremesas aromatizados com medronho.

O concelho de Odemira tem bastante tradição na produção de medronho e de aguardente à base de medronho, sendo um dos produtos estratégicos para o desenvolvimento e dinamismo económico do interior do concelho.

 

publicado por Zé LG às 13:48
20
Nov 17

 

Há uns anos, quando manifestava o meu desagrado pelo aumento do preço da electricidade, um amigo disse: “Quero lá saber do aumento do preço da electricidade, quero é que as acções da EDP subam.” Isto aconteceu pouco depois da EDP ter feito uma das primeiras operações de venda das suas acções. Por ter comprado algumas dessas acções este meu amigo passou a valorizar mais sua posição de accionista da EDP do que a de consumidor de electricidade. E por mais que eu tivesse argumentado que consumidor seria sempre e que accionista poderia ser apenas durante algum tempo, ele insistiu em defender mais a sua posição de accionista.

Este é o princípio que está subjacente ao facto de haver tanta gente, que ambiciona naturalmente a ter uma boa vida, a agir contra os seus interesses, privilegiando a defesa dos ricos - o que gostaria de ser - em detrimento da posição que ocupa – assalariado, trabalhador por conta própria, micro ou pequeno empresário – e da sua situação de consumidor, que é tanto mais importante quanto menos tem.

 

 

publicado por Zé LG às 00:08
19
Nov 17

SOMINCOR-1.jpg

A iniciativa é dirigida a jovens estudantes, entre os 16 e os 25 anos, dos ensinos secundário, profissional ou universitário ou jovens desempregados inscritos no Centro de Emprego e Formação Profissional de Beja. Os candidatos têm obrigatoriamente ser residentes em Castro Verde, Almodôvar, Aljustrel, Mértola ou Ourique.

“Promover a criatividade dos jovens e simultaneamente aproximarmo-nos da comunidade, abrindo novas formas de interação com todas as gerações, é um dos nossos objetivos. Queremos uma SOMINCOR cada vez mais integrada nas comunidades, e ter connosco um trabalho artístico de qualidade, criado por jovens da nossa região, será um enorme motivo de orgulho”, salienta Dina Diogo, do Departamento de Comunicação e Responsabilidade Social Empresarial da SOMINCOR.

Os jovens interessados podem candidatar o projecto de reabilitação até dia 28 de Fevereiro de 2018.

publicado por Zé LG às 16:38
19
Nov 17

O Grupo Parlamentar do PCP confrontou o ministro Adjunto, responsável político pela Unidade de Missão para a Valorização do Interior, com o modelo de desenvolvimento do interior do país, reivindicando políticas diferentes para o interior e para a situação do distrito de Beja

220720140010-383-PCPAlentejo-01.png

O PCP frisou naquela interpelação ao Governo, que no Alentejo foi feito o maior investimento hidroagrícola do país, mas o modelo associado ao desenvolvimento do projeto estimulou a concentração da propriedade, aumentou as preocupações ambientais e a destruição do património cultural, não promoveu o povoamento, não reduziu o desemprego e não dinamizou substancialmente as economias locais, a não ser alguma empresa de fornecimento de serviços e equipamentos de regadio. Neste contexto, o PCP reivindica um modelo de investimento nas infraestruturas que têm de acompanhar o aumento produtivo.

O PCP refere ainda, que o distrito de Beja aguarda desde 1985 pela construção de dois Itinerários Principais (IP2 e IP8) e desde 1998 pela construção do IC27, a ligação ferroviária tem-se vindo a degradar e o atual Governo continua sem assumir a eletrificação da linha, o aeroporto, construído para aproveitamento de uma das melhores pistas do país, não se articula nem com a rodovia nem com a ferrovia. Por tudo isto, o Grupo Parlamentar do PCP exigiu que, ao investimento e ao aumento da produção, esteja associado um modelo económico verdadeiramente orientado para o desenvolvimento regional e a coesão social e territorial.

publicado por Zé LG às 10:11
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
25
26
27
28
29
30
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Mandou fazer o tubinho e comprou caixas de Rennie!...
A morte de uma cidade! Só não vê quem não quer!
Já tem um tubo e uma máquina de alcatrão não chega...
os tubinhos foi onde os outros gastaram o dinheiro...
Que boa noticia para os colaboradores da EMAS. Já ...
Já se começa a notar a mão do Eng.º Rui Marreiros....
Em Beja já aconteceu e ê só descer degraus.Nao vee...
Sempre tem a asfaltadeira do Rocha para ir tapando...
Meninos mimados e guerrilhas há em todo o lado, se...
O que se passa aqui e um reflexo de tudo o resto, ...
Tudo bem, mas por favor não misture com o que se p...
Parvoíce é o silêncio de que devia de andar indign...
Querer comparar o que se passa a nível autárquico,...
Pelo menos,já devia ter organizado uma festinha te...
... E assim é esta a forma cordial entre eles que ...
blogs SAPO