Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
31
Jul 11

 

Face à crescente afirmação do autocaravanismo no panorama português, o Município de Redondo levou a efeito diversas obras no Parque de Feiras dotando-o de condições apropriadas para receber estes visitantes.

Desta forma, os autocaravanistas terão à sua disposição um conjunto de infra-estruturas projectadas de forma a facilitar e incentivar o exercício desta modalidade de turismo itinerante no concelho de Redondo. A obra que consiste sobretudo na instalação de balneários e de uma plataforma de escoamento encontra-se em fase de conclusão.

 

publicado por Zé LG às 11:00
31
Jul 11

publicado por Zé LG às 00:09
30
Jul 11

Os trabalhadores alemães e dinamarqueses são os cidadãos da União Europeia (UE) que gozaram mais férias em 2010, enquanto os portugueses se encontram ligeiramente abaixo da média europeia, segundo um estudo hoje divulgado pelo Eurofound.

 

Assim se vê como é que, apesar de ser repetida frequentemente, uma mentira não se transforma em verdade. Mas, entretanto, quem usa a mentira vai-se aproveitando dela…

publicado por Zé LG às 11:59
30
Jul 11

Para informações consulte: Semanas das sopas.pdf

publicado por Zé LG às 00:08
29
Jul 11

 

De 30 de Julho a 7 de Agosto,

as Ruas Floridas regressam à vila de Redondo proporcionando a moradores e visitantes um agradável reencontro com esta tradição.

A acompanhar as mais de três dezenas de ruas que serão trabalhadas

na edição de 2011,

as Ruas Floridas

oferecem ainda um vasto

programa que pode consultar aqui.

publicado por Zé LG às 08:59
29
Jul 11

Dado o presidente, Jorge Pulido Valente, estar de férias enviámos uma dezena de perguntas ao presidente em exercício, Miguel Góis, via e mail. Como resposta recebemos a informação de que “da parte da Câmara Municipal de Beja não existem, por agora, mais comentários a fazer relativamente a este assunto”.

Segundo Miguel Góis, “a posição do município de Beja é, como é sua filosofia, a de tratar deste assunto nos locais próprios. Este tema vem sendo discutido há mais de um ano, em sede própria e com o nosso parceiro na sociedade gestora, tendo sido postas em cima da mesa, e discutidas, várias possibilidades para o futuro do Parque de Feiras e Exposições, um equipamento de grande importância para o concelho e para a região. O ruído que se gera com sucessivas e isoladas declarações em público em nada beneficia a discussão construtiva e só levanta problemas que não existem, nem nunca existiram”.

Para o vice-presidente da autarquia, “o importante, e é esse o nosso objetivo, é encontrar uma nova solução com vista à obtenção de melhores resultados e que melhor sirva os interesses das populações e dos atuais associados.

Tanto a ACOS, como os colaboradores da empresa, prestadores de serviços, e cidadãos do concelho nos merecem o maior respeito, pelo que nos reservamos ao direito de preservar o seu bom nome, limitando-nos a trabalhar no sentido de encontrar as melhores soluções para os problemas que nos surgirem pela frente”.

in edição desta semana do Diário do Alentejo.

publicado por Zé LG às 00:03
28
Jul 11

publicado por Zé LG às 12:59
28
Jul 11

A Associação Juvenil Nova Geração de Alvito

vai realizar a sua primeira maratona de futsal,

no próximo fim-de-semana,

no Pavilhão Gimnodesportivo.

A Maratona de Futsal de Alvito

decorrerá de forma ininterrupta

das 10 horas de Sábado

até às 20 horas de Domingo.

A maratona começará a ser disputada

numa fase de grupos,

passando em seguida para os quartos,

meias-finais e finalíssima,

de forma a encontrar o vencedor.

publicado por Zé LG às 12:36
28
Jul 11

Os eleitos da CDU no Município de Beja “reafirmam publicamente a sua disponibilidade para encontrar uma solução que seja consensual entre os dois parceiros que, por um lado, não ponha em causa a realização e viabilidade da OVIBEJA, nas condições em que a mesma tem vindo a ser realizada nos últimos anos (...) e que, por outro lado, seja capaz de dinamizar e potenciar aquele espaço”.

Castro e Brito, presidente da ACOS, entidade promotora da OVIBEJA, assegura que não realizará a grande feira do Sul em tendas e terra batida, ou seja, fora do Parque de Feiras, e sem o apoio da Câmara a OVIBEJA não se realizará.

publicado por Zé LG às 08:55
28
Jul 11

A ministra da Agricultura não se compromete com o calendário de investimentos para Alqueva. Assunção Cristas diz que “são necessários 300 milhões de euros”, para cumprir o calendário previsto, que previa 2013, como o ano para terminar o projecto.

publicado por Zé LG às 08:33
28
Jul 11

publicado por Zé LG às 00:58
27
Jul 11

Portugal é o país da zona euro que regista o maior aumento na taxa de juro média dos novos créditos à habitação no último ano. Este aumento compara com subidas de 0,9 pontos percentuais (pp) na Grécia, 0,54 pp na Irlanda ou 0,88 pp em Espanha, países onde o sector bancário enfrenta igualmente dificuldades de acesso ao financiamento devido à crise de dívida soberana.

 

Depois admiram-se do aumento do crédito malparado e de coleccionarem casas, cujos proprietários não conseguem suportar os aumentos brutais das prestações, …

publicado por Zé LG às 17:53
27
Jul 11

A Linha do Alentejo reabriu no passado domingo e os horários da automotora que faz a ligação Beja-Casa Branca e vice-versa, adequados às ligações do Intercidades Lisboa-Évora-Lisboa, não servem os interesses dos utentes das localidades de Vila Nova de Baronia (na foto), Alvito, Faro do Alentejo e Cuba, que trabalham diariamente em Beja, existindo já casos de trabalhadores de empresas de Beja ameaçados de despedimentos por chegarem atrasados ao trabalho face aos horários das ligações ferroviárias. 

A CP "confirma" a recepção de reclamações E está a "estudar" alterações" nas ligações, argumentando que “teve em consideração no modelo de oferta” a necessidade de mobilidade regional dos clientes dentro do trajecto Casa Branca-Beja, são realizadas em úteis 9 circulações, 5 no sentido Casa Branca-Beja, 4 no sentido inverso e 2 ligações adicionais, 1 por sentido, entre Vila Nova de Baronia e Beja.

publicado por Zé LG às 13:54
27
Jul 11

 

Há uns tempos um anónimo questionava aqui no acincotons sobre o que é que eu e o Lopes Guerreiro teríamos a dizer sobre o aeroporto de Beja. Na altura não respondi porque estava noutras andanças. Mas respondo agora: é uma obra bem vinda. A pista já lá estava, a sua utilização era só militar, a adaptação a aeroporto civil custou apenas uns trocos e já está a ser usado. Ainda ontem uma pessoa que conheço chegou ao aeroporto de Beja vinda de Londres para umas férias no Alentejo. Inglesa e com centenas de viagens de avião no curriculum disse-me que gostou muito do aeroporto e do voo e que foi uma maneira muito boa e a bom preço de chegar de Londres a Portugal. Um dos meus filhos (aliás nascido em Beja) partirá no final de Agosto de Beja para Londres, sem necessidade de se deslocar a Faro ou a Lisboa. Não será isto motivo de orgulho para todos os alentejanos?

Publicada por Carlos Júlio às 15:52

publicado por Zé LG às 12:34
27
Jul 11

Quando mais precisávamos de ter políticos – verdadeiros estadistas nos governos nacionais e na União Europeia -, com sentido de Estado e visão estratégica, capazes de definir com clareza um desígnio para os territórios que governam e de mobilizar os seus povos para os alcançar, temos “contabilistas” (com o devido respeito para estes) a governarem-nos, focados nas contas, que não conseguem pôr em ordem. E pior ainda, nem sempre são as contas públicas que mais os determinam

Até voltarmos a eleger políticos “a sério”, em vez de “contabilistas” que só falam no défice, não temos razões para esperar melhores dias.

publicado por Zé LG às 00:42
26
Jul 11

Abriu ontem ao público

e estará patente até 31 de Dezembro,

no Posto de Turismo de Alvito,

uma exposição de arqueologia,

sob a coordenação do arqueólogo alvitense Jorge Feio

e a colaboração da arqueóloga Lina Maltez.

Trata-se de uma pequena amostra de peças

recolhidas no decorrer de trabalhos arqueológicos

e que pretende dar a conhecer um pouco da história deste concelho,

desde o Neolítico até à época moderna,

com maior incidência no período romano e tardo-romano.

publicado por Zé LG às 23:33
26
Jul 11

Realizaram-se mais umas eleições, desta vez antecipadas pela arrogância, teimosia e cegueira política de José Sócrates, para a Assembleia da República (e não para primeiro-ministro, como se banalizou apresentá-las).

Mais uma vez, a abstenção subiu e voltou a ganhar a maioria dos eleitores, apesar dos apelos ao voto dos candidatos e da ameaça/chantagem do Presidente da República de que quem não votasse não teria legitimidade para criticar quem fosse eleito.

Mais uma vez os candidatos e apoiantes mais empenhados se envolveram e se esfalfaram numa campanha eleitoral demasiado longa e dispendiosa, que pouco esclareceu e muito menos decidiu.

Será que os partidos e os líderes políticos e os órgãos de soberania reflectem sobre porque é que tudo isto acontece? Se o fazem porque não tomam medidas para alterar “o que já deu” e criar novos mecanismos que facilitem a participação das pessoas na política, a começar pelo voto?

Será que se interrogam sobre as razões que levam quase metade dos eleitores a não votar ou a anular o seu voto ou a votar em branco ou porque é que votam da maneira que o fazem?

As pessoas quando votam fazem-no porque esperam que o poder eleito contribua para resolver os seus problemas ou que, pelo menos, não aumente as suas dificuldades e que contribua para o desenvolvimento do país e a melhoria da sociedade. Por isso, algumas vezes, mais do que escolher o que acham melhor, optam por votar no mal menor ou, mesmo, na mudança porque estão fartas “dos que lá estão”, como aconteceu, claramente, nestas eleições.

Ou seja, as pessoas, que e quando votam, procuram dar utilidade ao seu voto. Nem sempre o fazem tendo em conta o mais importante, mas fazem-no quase sempre em função do objectivo mais imediato. Neste caso, isso foi evidente: o que importava, em termos imediatos, era correr com José Sócrates e a única solução credível para o conseguir era, sem dúvida, votar no PSD.

Mas há cada vez mais gente descontente, desencantada ou, mesmo, revoltada com este modelo de democracia. Dos que se sentem revoltados, existem os que acham que existem alternativas à alternância democrática do “centrão” e votam nos partidos ditos “de protesto”, nos pequenos partidos ou em branco ou anulam o seu voto. São os que ainda acreditam no voto.

Os descontentes ou desencantados já estão noutra, já não acreditam nessa transformação e, por isso, “já não dão para esse peditório” não votando.

É evidente - ou não é? -, que não é ameaçando-os e atirando-os pela borda fora do regime – onde eles já se encontram -, que se “recuperam” para voltar a acreditar nele e nas suas virtualidades e se convencem a votar.

O regime democrático tem de ser regenerado e, para isso, tem de contar com as pessoas, fomentando nelas a cidadania, o que implica que o poder político – os partidos, os órgãos de soberania e demais poderes públicos -, respeitem as pessoas, falem verdade, prometendo apenas o que acham que podem cumprir e não “adocem a pílula” quando as coisas não estão bem, cumpram as promessas que fazem e justifiquem porque não cumpriram as que não puderam cumprir, e criem mecanismos de participação em que ninguém se sinta excluído ou desresponsabilizado. E, acima de tudo, tem de ser capaz de satisfazer as expectativas que gera e as necessidades das pessoas.

Voltando, e para terminar, às eleições: as campanhas eleitorais podiam ser encurtadas para a semana que antecede a votação, acabando com o ridículo “dia de reflexão” – alguém acredita que alguém aproveite a véspera do dia da votação para reflectir e decidir em quem é que vai votar?!!! -; o tipo de campanha eleitoral deve ser revisto – quantas pessoas alteram ou decidem o seu voto em função do folclore eleitoral? -; as sondagens e a divulgação dos seus resultados devem ser disciplinados, de forma a traduzirem o sentido de voto dos eleitores e não a condicioná-lo.

06.06.2011

 

Publicado n revista Mais Alentejo, nº 106.

publicado por Zé LG às 19:58
26
Jul 11

O vereador Fernando Gorgulho considera que o subsídio anual de 96 mil euros ao Futebol Clube do Crato, aprovado na última reunião da Câmara Municipal do Crato, “está ao arrepio da situação que vivemos” e duvida que a autarquia tenha condições para o pagar.

A atribuição do subsídio, com um valor superior em 16 mil euros ao que havia sido concedido na última época desportiva, foi aprovada com os votos favoráveis da vereadora Fernanda Massano, independente eleita nas listas da CDU e dos dois vereadores do PS.

O presidente da Câmara do Crato, João Teresa Ribeiro e o vereador Fernando Gorgulho, eleitos nas listas da CDU votaram contra.

publicado por Zé LG às 17:57
26
Jul 11

… é o título do último livro de Ana Paula Figueira, cuja apresentação é feita por Maria Barroso, pelas 18h30, no El Corte Inglês, em Lisboa,.

Com ilustrações de Ana Afonso, o livro reúne 5 histórias de duas mulheres - Ana e Mariana -  e é acompanhado de um DVD onde a cantora Anabela dá a sua voz ao texto, sob o fundo musical composto por Ernesto Leite.

Ana Paula Figueira, docente do IPBeja, afirmou que este livro pretende transmitir um conjunto de “valores fundamentais e estruturantes para o ser humano”.

publicado por Zé LG às 13:56
26
Jul 11

Os Claustros do Convento de Santa Clara, em Portalegre, encheram-se de magia e de bom humor na noite de sexta-feira. João Miguel Tavares apresentou aos seus conterrâneos, amigos e familiares a compilação de um trabalho que há muito vem desenvolvendo nas muitas crónicas de humor que escreve, em diferentes órgãos de Comunicação Social, nomeadamente no Correio da Manhã. A vida familiar foi o mote escolhido, a mulher e os três filhos a inspiração.

João Miguel Tavares nasceu em Portalegre, em 1973. Licenciou-se em Ciências da Comunicação. Foi jornalista no Diário de Notícias e actualmente é colunista do Correio da Manhã, director adjunto da revista Time Out e integra a equipa ministerial do programa da TSF Governo Sombra. Vive com a mulher e os três filhos em Lisboa.

publicado por Zé LG às 12:56
Julho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
Contador de visitas

Desde 15.01.2011
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Eis o resultado das politicas de esquerda. Viva a ...
Faz de conta que adivinhi
A "ANINHAS" desconhece.Não "COMPLIKE" a inteligênc...
Que parvoice tão grande, deita-se a adivinhar e nã...
Admiro essa sua fixação... não que me aumente o eg...
Então para a alimentação só temos HDB?Esse já não ...
Que Paixão mais gordinha...
Que Paixão pelo PS... se o jr tivesse vencido "fog...
Menos triunfalismo, um pouco de modéstia porque es...
https://twitter.com/SICNoticias/status/91972150512...
Portugal a arder, que horror. Vamos ajudar como pu...
faltou o verbo, "Possível é" queria eu ter escrito
Possível, como e quando é que é preciso perceber, ...
Este post seria para se falar do Vinho de Talha. T...
Tanto ressabiamento! Não conseguem disfarçar. Ac...
blogs SAPO