Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
30
Jun 07

No âmbito das comemorações

do 55º Aniversário

da Força Aérea,

que se têm realizado em Beja,

é hoje, às 18H30,

inaugurado

o Monumento à Força Aérea,

que esta ofereceu à Cidade,

e foi instalado na rotunda Norte,

no cruzamento

do IP2 com o IP8.

publicado por Zé LG às 01:04
30
Jun 07

Pela terceira vez, Portugal vai presidir à União Europeia, a partir do início do próximo mês.

Desta vez, depois de Cavaco Silva e António Guterres, é a vez de José Sócrates assumir essas funções.

O quadro nacional em que tal situação decorre tem algumas especificidades, que convém analisar.

A maioria que suporta o governo é absoluta. O Presidente da República foi eleito, pela primeira vez, pela direita. O presidente da Comissão Europeia é, pela primeira vez, português. A União Europeia integra, pela primeira vez, vinte e sete países. A maioria desses países é governada pela direita. Está em causa e em discussão do tratado da União Europeia, que pretende reforçar o federalismo e reduzir as independências dos países, e a forma como tal será conseguido – se através de referendo, como todos os partidos, nas últimas eleições legislativas, se comprometeram, ou através da Assembleia da República, como parece pretenderem o governo e o Presidente da República.

António Guterres, na última presidência portuguesa da União Europeia, perdeu o controle do governo e da situação do país. O que aconteceu a seguir ainda será do conhecimento de todos, certamente.

Não tinha maioria absoluta e a repartição do poder que fez, no governo, por alguns super ministros revelou-se desastroso. Quando “regressou” ao país percebeu que este estava a cair no pântano e que tinha perdido o estado de graça em que vivia quando assumiu aquela presidência, pelo que bastou um desaire eleitoral nas eleições autárquicas para se demitir e criar uma crise política que levou a direita ao poder, com as consequências conhecidas.

José Sócrates tem vivido em estado de graça. Não só porque tem maioria absoluta mas também por falta de alternativas e porque tem mostrado uma grande habilidade na gestão das expectativas.

Entretanto, nos últimos tempos registaram-se alguns factos notáveis, que poderão mostrar que não só as coisas estão a mudar como a história se poderá repetir, ao contrário do que se costuma dizer.

Os trabalhadores, para além de diversas acções de protesto, participaram, em grande número, numa greve-geral contra a política e as políticas que o governo insiste em prosseguir.

Em dois ou três momentos diferentes, nas últimas semanas, o primeiro-ministro foi recebido com vaias. Se em Setúbal ainda podia dizer que o protesto com que foi recebido foi organizado pelos comunistas o mesmo já será mais difícil quanto aos assobios de Abrantes…

Os estudantes voltaram à rua e às estradas, para protestarem quanto ao rumo que o governo pretende empurrar o ensino superior.

Depois de algumas substituições mais ou menos técnicas de alguns ministros, eis que o número dois de José Sócrates, no governo e com enorme peso no PS, abandona o governo para se candidatar às eleições intercalares para a Câmara Municipal de Lisboa.

Só por ingenuidade é que se pode acreditar que tal saída se deve apenas aquela candidatura, quando tal se verifica em vésperas de Portugal assumir a presidência da União Europeia…

Face a tudo isto, não seria de admirar que daqui a seis meses, quando José Sócrates concluir as funções de presidente da União Europeia e regressar, a tempo inteiro, à governação de Portugal, não reconhecesse o seu governo e o estado da nação.

Seguramente que ninguém está à espera que o consenso estabelecido pelo governo com a direita quanto à sua presidência da União Europeia se vá manter na prática ao longo do mandato e muito menos que as oposições suspendam as suas actividades, designadamente a continuação e, eventual, reforço das acções de protesto às políticas do seu governo.

Será que o estado de graça de José Sócrates se vai manter para além da presidência europeia? Será que a coesão do governo e do apoio do PS ás suas políticas se vai manter então? Será que a sua máquina de propaganda que alimenta as expectativas dos portugueses se vai ainda manter?

A prepotência com que José Sócrates, o governo e o PS falam e a forma como actuam irão continuar a ser aceites pelos portugueses ou estes já se começaram a fartar, como os factos notáveis que nos últimos tempos surgiram parecem indiciar?

Será que Cavaco Silva irá continuar a sua convergência estratégica com o governo?

Será que, daqui a seis meses, a União Europeia a que José Sócrates vai presidir, com Durão Barroso na presidência da Comissão Europeia, tem reforçada a sua coesão económica e social e clarificadas as suas organizações política e de defesa, com respeito não só pelos estados mas principalmente pelos povos que a integram?

Os próximos seis meses vão, estamos convencidos, responder a todas estas questões.

Esperamos ter, nessa altura, um Portugal e uma União Europeia melhores, mais competitivos e solidários, mais coesos e justos, mais respeitadores do ambiente e dos direitos dos cidadãos.

 

Texto lido no rádio Terra Mãe, em 28.06.07

 

 

 

publicado por Zé LG às 01:02
30
Jun 07

Foi assim,

como a foto documenta,

que se iniciou,

ontem, ao fim da tarde,

a Festa do Barão,

que,

pela quinta vez, 

se realizou

em Alvito.

publicado por Zé LG às 00:59
29
Jun 07

As Comemorações do Feriado Municipal

acontecem em honra do padroeiro S. Pedro

e levam até ao Largo da Feira de Castro Verde

os "D'ZRT", "Xutos e Pontapés" e "Emanuel",

de hoje até Domingo.

 

Do artesanato local à gastronomia regional,

são muitas as propostas para estes três dias.

Há insufláveis, bares e restaurantes.

Tudo para que a festa e o convívio se prolonguem pela noite fora.
 
Informe-se do
Programa e entre na festa!

publicado por Zé LG às 14:55
29
Jun 07

O governo atribuiu o estatuto de Projecto de Interesse Nacional (PIN) a projecto de investimento da La Seda/Artenius Sines, que "visa a construção, em Sines, de raiz de uma unidade industrial de escala mundial para a produção de PTA, ácido tereftálico purificado, com capacidade para 700.000 toneladas por ano", devido ao "elevado impacto macroeconómico" do investimento.


O investimento, que ronda os 400 milhões de euros e prevê a criação de 150 postos de trabalho, "permitirá a produção de um bem internacionalmente transaccionáveis, cuja produção se destina essencialmente ao mercado externo, levando à consolidação do ‘cluster’ petroquímico da região de Sines, com efeitos em termos de visibilidade internacional das condições competitivas desta localização para projectos desta natureza e dimensão", segundo um comunicado do governo.

publicado por Zé LG às 14:53
29
Jun 07

O livro Cursos de Cozinha Alentejana, de Maria Antónia Goes, é apresentado amanhã, pelas 16 horas, no Centro Cultural de Alvito.

No final da sessão de apresentação do livro será servido um porto de honra e haverá uma prova/venda de vinhos e azeites que, tal como o produto total da venda do livro, se destinam a angariar fundos para apoiar crianças e jovens em risco social, em colaboração com a Fundação Alentejo Terra- Mãe.

Esta iniciativa conta com os apoios da Câmara Municipal de Alvito, da Fundação Alentejo Terra-Mãe e da Coentros.com Editores.

publicado por Zé LG às 01:00
28
Jun 07

O monumento evocativo dos 30 anos de Poder Local Democrático, obra do escultor Santos Carvalho, vencedor do concurso de ideias, é inaugurado, no dia 29, pelas 19 horas, na Rotunda José Gomes Ferreira, no âmbito das comemorações da efeméride que o Município organizou.
 
No seguimento da cerimónia, é também inaugurada a exposição de obras de escultura e pintura do artista, pelas 19h30, no Fórum Municipal.

 

publicado por Zé LG às 14:51
28
Jun 07

O ministro da Saúde não vai cumprir a promessa, feita no início deste ano, dos concelhos de Elvas, Estremoz, Moura e Odemira receberem Unidades Rápidas de Suporte Intermédio de Vida (URDIV) durante o primeiro semestre de 2007.

O prazo está a esgotar-se e, para além das viaturas ainda não estarem disponíveis, os contratos com os técnicos de ambulância de emergência só serão assinados "a partir de 15 de Setembro”, após a prestação de várias provas, acompanhadas pelo curso do INEM.

publicado por Zé LG às 14:46
28
Jun 07

A actual Junta de Freguesia de Mombeja remeteu ao Tribunal de Contas os documentos relativos às obras do inacabado Salão de Festas de Mombeja, face à existência de eventuais irregularidades.

Segundo Voz da Planície apurou, apenas existem na contabilidade da Junta de Freguesia documentos de despesa relativos aquela obra no valor de cerca de 5 mil euros, longe dos 30 mil euros de comparticipação pagos pela Câmara Municipal de Beja.

O actual presidente da Junta de Mombeja, Inocêncio Viriato, não quiz comentar o assunto “porque o mesmo está entregue às autoridades competentes para analisar esta matéria”, reservando qualquer opinião “para depois da conclusão do processo”.

Anselmo Prudêncio, antigo presidente da Junta de Freguesia de Mombeja, garante que “não existem facturas que não estão contabilizadas” e que, quando saiu da Junta de Freguesia, "ficaram em caixa 17 mil euros. Não sei o que o actual Executivo fez com esse dinheiro". Vai aguardar o desenrolar do processo pelo Tribunal de Contas, "para depois se voltar a pronunciar".

Ler a notícia completa aqui.

publicado por Zé LG às 13:04
27
Jun 07

De acordo com a  informação da Câmara Municipal de Alvito, durante os meses de Junho e Julho são iniciadas as seguintes obras:

- Mercado Municipal de Alvito;

- Parque de Feiras de Alvito;
- Remodelação do Centro de Saúde Vila Nova da Baronia;
- Reabilitação Biblioteca de Vila Nova da Baronia;
- Pavimentos/asfaltamentos: Estaleiro Municipal, passeios/estacionamentos da Horta Cavalinha (junto campo Ténis e Bate-Bolas), Beco junto à Travessa Padre Pires Cabral e Beco junto à Travessa Padre A. Vieira, em Vila Nova da Baronia.

 

Uma dúvida: O projecto de execução previa a demolição total do antigo Mercado Municipal?

publicado por Zé LG às 23:12
27
Jun 07

“Estudo indica que elas matam mais em casa e eles na via pública.”

 

Ver mais aqui.

publicado por Zé LG às 17:20
27
Jun 07

Nos debates do governo com a Assembleia da República, sempre foi respeitada a ordem decrescente da dimensão dos mandatos das diversas forças políticas nas intervenções dos diversos partidos.

 

Esta tarde, Jaime Gama, presidente da Assembleia da República, alterou aquela ordem dando a palavra, primeiro aos partidos que estão em consonância com Sócrates quanto à sua próxima presidência da União Europeia, deixando para o fim o BE e o PCP, que foi o último.

 

Há momentos em que os democratas de boca cheia não conseguem manter o verniz democrático… 

publicado por Zé LG às 17:19
27
Jun 07

A Câmara Municipal de Évora aprovou, "por unanimidade", a lista de condecorações, que distinguem "todos aqueles que através do seu meritório trabalho têm prestigiado Évora nas mais diversas áreas", que irá atribuir no dia 29 (feriado municipal, dia de S. Pedro), às seis da tarde, nos Paços do Concelho.

 

A medalha de mérito municipal - classe ouro será atribuída a: António Foito, ex-vereador da CDU, falecido no mês passado, a Banda da Casa do Povo de Nossa Senhora de Machede e o cardiologista Manuel Carrageta.

A medalha de mérito municipal - classe prata será atribuída a: Anabela Valverde Malarranha (jovem artista eborense na área da música clássica); António Faria e Mello (piloto-aviador); Maria de Lurdes Modesto (autora alentejana, divulgadora da gastronomia e culinária alentejana e portuguesa) e Rui Lourenço (técnico superior recém aposentado da Câmara Municipal de Évora).

publicado por Zé LG às 17:17
27
Jun 07

Com uma magnífica exposição sobre as suas diversas actividades e meios utilizados.

Trata-se da EXPOFAP - Exposição da Força Aérea Portuguesa, comemorativa dos seus 55 anos de existência.

Está aberta ao público todos os dias, das 17H00 até às 23H30. No Domingo, último dia, abre mais cedo.

 

À entrada.

Na Avenida.

No Pavilhão.

publicado por Zé LG às 01:19
26
Jun 07

O processo que levou à realização de eleições intercalares para a Câmara Municipal de Lisboa, no dia 15 do próximo mês, mostra-nos algumas coisas interessantes, sobre as quais vale a pena reflectir.

A decisão difícil mas correcta de Marques Mendes de não incluir nas listas de candidatos às anteriores eleições autárquicas pessoas com processos nos tribunais, visando  credibilizar e dignificar o poder local, teve consequências terríveis no caso de Lisboa:  

Vários eleitos, incluindo o presidente da Câmara Municipal, foram constituídos arguidos em vários processos.

Perante a manifesta incapacidade de governação do Executivo Municipal por parte de Carmona Rodrigues e restantes eleitos do PSD, que se foi tornando cada vez mais notória ao longo do mandato e culminou na constituição de arguidos de alguns deles, na ruptura do acordo com o CDS pelo facto do PSD não ter aceite o nome proposto por Maria José Nogueira Pinto para liderar o projecto da Baixa e na crise financeira que levou fornecedores a deixarem de fornecer produtos e serviços essenciais à Câmara e pôs em risco a continuidade da actividade de organizações não governamentais, devido aos grandes atrasos nos pagamentos dos apoios decididos, os partidos tiveram dificuldade e demoraram a provocar a demissão da Câmara Municipal.

É certo que se trata de um processo complexo e moroso, porque tem de envolver quase todos os candidatos de quase todas as listas com eleitos, mas também é verdade que, para além da avaliação política que teve de ser feita, também houve muita avaliação ao que cada um podia ganhar ou perder com a queda do Executivo e a realização de eleições intercalares, para além das consequências para a Cidade.

Mais uma vez, Marques Mendes tomou uma decisão difícil mas correcta, de que vai sofrer, mais uma vez as consequências: Impôs aos vereadores que eram militantes do PSD que renunciassem aos respectivos mandatos, abrindo a porta possível para a queda da Câmara, e não voltou a escolher Carmona Rodrigues para seu candidato.

Carmona Rodrigues e os outros independentes da sua lista não renunciaram aos seus mandatos.

Os outros partidos provocaram a queda da Câmara através da renúncia aos mandatos dos seus eleitos e restantes membros das respectivas listas.

Uma vez derrubada a Câmara Municipal e apesar da grave crise financeira que atravessa começou a corrida que levou à apresentação de 12 candidaturas. É verdade, são mesmo 12, uma dúzia!

Há candidaturas para todos os gostos e feitios. Desde as apresentadas pelos partidos com representação parlamentar e actividade regular até aos que só aparecem nas eleições, até a duas candidaturas apresentadas por grupos de cidadãos, uma encabeçada pelo ex-presidente da Câmara, Carmona Rodrigues, que não se conformou com a retirada de confiança pelo PSD, e outra por Helena Roseta, que também não se conformou com a recusa de José Sócrates da sua disponibilidade para encabeçar a lista do PS e que, por isso, se demitiu do partido.

Mas também há uma candidatura de um partido que faz a apologia do fascismo, fazendo letra morta da Constituição da República Portuguesa, sem que os órgãos de soberania, cujos responsáveis juraram cumprir e fazer cumprir a Constituição, intervenham.

Parece que as dificuldades que a Câmara Municipal atravessa não assustam os candidatos, que, assim, se assumem como verdadeiros líderes capazes de enfrentar as maiores adversidades, transformando as dificuldades em desafios.

Essa será, seguramente, a razão que levou um ministro de Estado, que acumulava com a pasta das autarquias, que, enquanto tal, reduziu os já reduzidos meios financeiros que o Estado transfere para as autarquias,  e tentou, através da governadora civil de Lisboa, impedir a apresentação de coligações e de candidaturas independentes, designadamente a da sua ex-camarada Helena Roseta, reduzindo o prazo de apresentação dessas candidaturas a uma hora. Naturalmente que o Tribunal Constitucional veio dar razão à queixa apresentada por Helena Roseta, mandando alargar aquele prazo.

Na segunda-feira passada realizou-se um debate, na SIC Notícias, com sete candidatos. O canal televisivo fez assim a primeira escolha, excluindo as restantes candidaturas. Outras escolhas já, há muito, que estão a ser induzidas nos eleitores, designadamente as que apontam o candidato oficial do PS como putativo vencedor das eleições e futuro presidente da Câmara.

O debate mostrou que, dos candidatos convidados pelo canal televisivo, há quem conheça bem a Câmara, os seus problemas e dossiers (Ruben de Carvalho, Sá Fernandes, Carmona Rodrigues, Helena Roseta), há quem pretenda transformar a Câmara num governo pequenino à imagem do que deixou (António Costa), há quem não assuma as responsabilidades que, directamente ou através dos seus partidos, tem na situação a que a Câmara e a Cidade de Lisboa chegaram (Carmona Rodrigues, Fernando Negrão, António Costa) e quem tenha vocação para mártir (Telmo Correia).

O debate mostrou ainda que há propostas apresentadas por diferentes candidatos que podem ser facilmente consensualizadas, outras que parecendo mais divergentes poderão vir a ser igualmente consensualizadas e outras que isolam quem as apresenta, como a privatização do sector do lixo, apresentada por Telmo Correia, ou a defesa do encerramento do aeroporto da Portela, por António Costa.

Face a tudo isto, parece-me que uma composição da Câmara Municipal, que resulte das próximas eleições, bastante dividida e equilibrada entre as várias candidaturas não só não será prejudicial como poderá ser bastante positiva para resolver a situação para que a direita atirou, mais uma vez, o Município e a Cidade de Lisboa. Porque tal composição responsabilizaria mais todos os eleitos, obrigá-los-ia a consensualizar mais as principais intervenções da Câmara Municipal e impediria ou dificultaria novos desmandos na Capital.

 

Lido na Rádio Terra Mãe, em 21.06.07

publicado por Zé LG às 18:46
26
Jun 07

O QREN - Quadro de Referência Estratégico Nacional 2007/2013 vai ser assinado, com a Comissão Europeia, no dia 2 de Julho, no Porto. Tem como missão “corrigir as graves assimetrias sociais e regionais”. No QREN o objectivo principal passa por fazer “do empreendedorismo a alavanca duma nova criação de valor”, que permita aos nossos produtos e serviços vingarem no mercado global.

 

Nelson Quico, assessor da presidente da CCDRA, explicou à Voz da Planície que "o Governo traçou cinco prioridades para o QREN 2007/2013: qualificação dos portugueses, crescimento sustentado da economia, coesão social, qualificação do território e das cidades e melhoria da eficiência da governação, que se vai traduzir na modernização da Administração Pública central e local"; que "dentro destas prioridades existem programas operacionais" e que "entre eles encontramos o POR Alentejo 2007/2013, com eixos prioritários". Acrescentou que "em todos a tónica assenta na associação entre entidades, na formação de parcerias", ou seja, que "a lógica é passar do pequeno projecto, individual, para abarcar vários municípios, várias empresas, que apresentem candidaturas competitivas".

 

Referiu ainda que "no caso da agricultura o bolo financeiro é à parte, é sustentado pelo PDR – Programa de Desenvolvimento Rural, integrado no FEADER – Fundo Europeu Agrícola de Desenvolvimento Rural". "Neste caso", salientou, "a tónica vai igualmente para o apoio a fileiras agrícolas e agro-florestais mais competitivas, as que têm capacidade e potencial para vencer no mercado" e citou como exemplos "a cortiça, os vinhos e o queijo".

 

Pode aceder ao QREN aqui.

publicado por Zé LG às 12:28
26
Jun 07

 A Câmara Municipal de Alvito realiza no próximo dia 29 (sexta-feira), a partir das 19h, no Largo das Alcaçarias, em Alvito a 5ª Festa do Barão, com o apoio da Região de Turismo da Planície Dourada, da Escola Profissional de Alvito (serviço do jantar) e da VIVARTE (animação).

Trata-se de uma recriação tardo-medieval, à moda da Baronia de Alvito, que inclui teatro, malabarismo, música e danças, torneio a cavalo, falcoaria e um grandioso repasto pela noite dentro.

Para mais informações contacte: Posto de Turismo

(Tel.: 284 485 440 ou turismo@cm-alvito.pt) 

publicado por Zé LG às 00:30
25
Jun 07

Fernando Caeiros,

que já garantiu que este será o último mandato na Câmara de Castro Verde,

deverá candidatar-se à presidência da Região de Turismo Planície Dourada.

Contactado pela Rádio Pax,

afirmou que a hipótese de concorrer à Planície Dourada

“está em cima da mesa”.

 

Neste momento,

 a Região de Turismo Planície Dourada

 é presidida por Vítor Silva,

que ainda não anunciou se tenciona ou não recandidatar-se.

 

As eleições devem realizar-se em Setembro.

publicado por Zé LG às 15:04
24
Jun 07

«Passados seis anos na CME, nem novo parque de feiras, nem mudança da feira, nem remodelação do Rossio de S. Brás, que continua num lastimável estado, à porta de um Centro Histórico que é Património da Humanidade. O presidente da Câmara Municipal de Évora prometia ainda, no seu primeiro mandato, a Recuperação do Jardim Público e do Parque de Merendas, devido à sua elevada degradação, mas a promessa está no mesmo saco que todas as outras feitas em 2001 e repetidas em 2005: o complexo desportivo municipal com a pista de atletismo, a recuperação das piscinas municipais, a construção do novo PARQUE DE FEIRAS, a construção da nova biblioteca, …», pode ler-se num comunicado do PSD-Évora.

Reagindo às acusações, na rádio Diana
, o autarca socialista garantiu que a proposta de revisão do PDM “abre as portas ao novo parque de feiras, exposições e actividades económicas”. José Ernesto de Oliveira disse ainda ter sido “impossível” realizar todas as obras num mandato, devido “à situação das finanças da câmara”.

publicado por Zé LG às 15:11
22
Jun 07

Hoje, pelas 19 horas,

no Centro Cultural de Alvito,

estreia o filme “25 Abril Júnior”,

o 25 de Abril contado por um grupo de jovens (Ângela Pereira, Ana Viegas e Lénia Tripa),

de Alvito e Vila Nova da Baronia,

sob orientação de Fernando Moital (Associação Terras Dentro).

 

A forma como feito o filme é contada aqui, pelos seus autores.

 

publicado por Zé LG às 13:49
Junho 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
23
Passaram por cá
"Contador de visitas">Contador de visitas
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Pois com certeza que sim!...Nem é preciso fazer ca...
A "esquerda festiva" e a "ortodoxa" continuam a ac...
Não me parecem mal de todos estes considerandos.At...
Quando alguém se refere à imagem, apenas exemplifi...
Os comentários anteriores são de facto pertinentes...
Meu caro anónimo, pois e disso que se trata, enten...
Tudo ao contrário do deputado João Ramos o deputad...
Imagem de marca: camisa à pescador, barba de radic...
Mas fama onde?
A de Beja e a de Cuba estão no papo.
O Paulo Arsénio ainda vai dar que falar com a vota...
Bom bom era o Paulo Arsenio retirar a candidatura ...
Há pessoas que só para terem 2 minutos de fama dão...
Como se pode dizer tantos disparates? Há quem trab...
Está tudo bem quer lá agora saber de conversas!O ...
blogs SAPO