Alvitrando
Aqui se dão alvíssaras e trocam ideias sobre temas gerais, o Alentejo e o poder local, e vou dando notícias das minhas reflexões sobre temas da actualidade e de acontecimentos que achar que devem ser divulgados por esta via.
15
Jun 09

A Câmara Municipal de Portel inaugurou, no passado dia 10, dia de Portugal de Camões e das Comunidades, uma estátua de estátua de D. Nuno Álvares Pereira, da autoria artistas Francisco Charneca e António Charneca, que ficou instalada em frente do edifício dos Paços do Concelho no Largo D. Nuno Álvares Pereira.

Durante a crise de 1383-85, por via do seu alcaide, Portel apoiava na altura o partido de Castela, sendo a vila “retomada” para a coroa portuguesa por D. Nuno Alvares Pereira, aquando da resolução deste conflito ibérico. Como recompensa, D. João I concedeu-lhe então as terras de Portel, juntamente com rendimentos.

publicado por Zé LG às 12:30
Se a Vidigueira tem o Vasco da Gama e Cuba agora o Cristóvão Colombo, Portel também tinha que ter algum peso-pesado da nossa História.
E este ainda por cima é santo.

A minha singela opinião, discutível evidentemente, é que de certeza que estes três concelhos tiveram pessoas que lhes foram muito mais dedicadas do que estas. Mas por não serem nomes tão sonantes, nunca serão reconhecidas como tal e dificilmente irão escapar ao baú do esquecimento.
Manuel Maria a 15 de Junho de 2009 às 19:33
Entendo que o Sr. Manuel Maria tem razão quando afirma que existem (ou existiram) pessoas muito dedicadas às suas terras e suas gentes que jamais serão reconhecidas publicamente. E até acrescento que, na maioria das vezes, só damos o justo valor a algumas dessas pessoas quando já não estão entre nós. Também seria difícil, na prática, reconhecer e enumerar todos aqueles que mereciam tais honras e reconhecimentos: não existem critérios matemáticos para os definir e mesmo assim alguns ficariam de fora e no esquecimento.
Contudo, nesta situação de Portel, o objectivo não foi "ter que existir obrigatoriamente um peso-pesado". Como está esclarecido no comentário anónimo (abaixo) esta estátua equestre de D.Nuno Álvares Pereira era uma aspiração muito antiga dos portelenses como homenagem a uma figura nacional historicamente ligada à Vila de Portel e ao seu castelo. Mas para além das razões históricas, é também uma homenagem e um reconhecimento simbólico a todos aqueles, homens e mulheres, que com abnegação lutaram pelos ideais da liberdade e se dedicaram ao desenvolvimento do concelho em todas as suas vertentes.
Julgo ainda que é sempre importante conhecermos e reconhecermos as nossa raízes históricas, os nossos antepassados, pois como diz o povo, "nem só de pão vive o Homem". Por último lembro que D.Nuno Álvares Pereira está ligado à toponímia da praça onde foi localizada a referida estátua como também deu o nome, em 1965, ao campo de futebol de Portel (hoje denominado Estádio Municipal de D. Nuno Álvares Pereira).
machadinha24 a 19 de Junho de 2009 às 18:07
Hmenagem ou oportunismo político?! Fica a dúvida. Ou talvez não ...
Sempre em cima delas a 16 de Junho de 2009 às 23:58
Este comentário só pode mesmo ser de alguém que, para além de não conhecer Portel e o seu Concelho, nunca deve ter participado ou estado envolvido em realizações em prol das aspirações e interesses da comunidade em que se insere. Deve sofrer da síndrome de "afirmar que tudo quanto se realiza em prol dos concelhos tem um intuito poltico".
Mas para que saiba já há mais de 50 anos que a estátua de D. Nuno Álvares Pereira estava prevista para aquele lugar, na Praça que tem desde sempre o seu nome. Nos anos 60 foi até lançada uma primeira pedra no local e encomendada, por uma abastada família de Portel, uma estátua equestre de D. Nuno em pedra mármore. O trabalho ficou a cargo do Mestre Grilo, canteiro de Portel, (ainda entre nós e actualmente com 87 anos), que a esculpiu a partir de um bloco de mármore de 2,30mx1,00x1,00, "colhido" na pedreira da Herdade da Chaminé (junto a Portel, freguesia de Vera Cruz) pela suas próprias mãos..A estátua não chegou a ser concluida porque a familia proprietária, após Abril de 74 se desinteressou pelo projecto. Contudo esta obra inacabada, mas quase completa, encontra-se exposta naquela herdade, num espaço de oração pertencente à familia proprietária. Agora, e muito bem, a Câmara de Portel na requalificação da Praça de D. Nuno Àlvares Pereira não fez mais de, para além de embelezar e dar outra dignidade à praça, cumpriu a tradição e a aspiração da comunidade de Portel.
Anónimo a 19 de Junho de 2009 às 13:33
E Alvito devia fazer uma estátua ao Manuel Maria, já merecia
Alvitro a 18 de Junho de 2009 às 10:50
Obrigado, mas acho que não mereço.
Manuel Maria a 19 de Junho de 2009 às 15:02
Mas já agora podia-se fazer em Alvito uma estátua em honra de Fialho de Almeida.
Já que embora não fosse de cá, vinha aqui muitas vezes e a sua postura de má língua, arrogância e provocação ainda hoje deixou numerosos adeptos.
Manuel Maria a 19 de Junho de 2009 às 16:40
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Passaram por cá
"Contador de visitas">Contador de visitas
pesquisar neste blog
 
últ. comentários
Então as novidades? Já passou da hora de almoço, e...
Um ratinho de algibeira! 😂😂😂😂😂
JPV foi derrotado de forma copiosa, quando teve ma...
O JPV foi minado por alguns do próprio ps toda a g...
Excelente comparação!"Alentejo dos Pequeninos", fa...
"De que este miúdo aguerrido que já é um bicho pol...
Mesmo quando aparecem listas de independentes, é s...
Já cá faltava uma referência aos "históricos" do P...
Falemos então desses pontos que enumerou:Centro Hi...
Boa. E esta, hem?Até onde irá a dificuldade dos so...
Os históricos do PCP não estavam presentes, porque...
Tal como a nível central, também localmente os his...
E na inauguração da sede de campanha do PS? E nas ...
Históricos do PCP, alguns da actual Assembleia Mun...
Não fale do Pulido Valente. Pense lá bem, e verifi...
blogs SAPO